24 dezembro 2005

UM CONTO DE NATAL........

Image Hosted by ImageShack.us




É Natal........estou um pouco triste......sinto falta de minha filha caçula que está distante. A felicidade não pode ser completa quando estamos distantes das pessoas que amamos...
Todos que me conhecem sabem que tenho dificuldade em colocar no papel, ou no Pc, meus sentimentos. Sempre fico "engasgada" e as palavras teimam em não sair. Por isso serei breve........
Nós somos capazes de roubar e matar nossos semelhantes, abandonamos nossos velhos, nossas crianças e nossos bichos, destruímos florestas, rios, mares, geleiras, a camada de ozônio.......O PLANETA COM TUDO QUE ELE CONTEM........
SOMOS HUMANOS E RACIONAIS........
MAS SERÁ QUE SOMOS MESMO SUPERIORES E MELHORES QUE OS ANIMAIS?
SE FOSSEMOS MENOS HOMENS E MAIS BICHOS NÃO SERIAMOS MELHORES?

Peço que leiam esse Conto de Natal... e depois me respondam.
FELIZ NATAL!
Um abraço
Fátima.


Conto de Natal para o ano todo

Osvaldo Molles

Era uma avenida na paisagem dos Evangelhos, bem na esquina do Novo Testamento. E apareceu um camelo cor de avelã, servindo coquetel nas tâmaras dos olhos. Na obstinada giba, uma triste cópia da pirâmide. E o focinho crestado pela iluminação da ribalta sem aplausos do deserto, começou a movimentar-se. E disse :

— Nada de meu tinha para dar ao Menino nascido em Belém. Então transportei os Magos que seguiam o caminho da Estrela. Dei meu fôlego ao Menino.

Veio um boi. Um boi que segundo o Dicionário de Caldas Aulete "serve principalmente para trabalhos de campo e para alimentação do homem". Depois disso, que dizer sobre aquele boi que se casou com a escravidão e que trazia, no focinho, a .aliança do melancólico conúbio? E o boi disse:

— O frio da Noite Santa era tão áspero que entrei na manjedoura para me aquecer. Mas vi lá um Menino com frio e sua mãe e seu pai... e não pensei mais em mim. Aqueci-O com o que eu tinha de meu: meu pobre alento.

Veio uma cabra montesa, rústica como uma mulher livre do campo. Vinha mascando liberdade entre os queixos bravios. E falou pouco:

— Eu lhe dei do leite de meu filho.

Veio, depois, uma ovelha, macia como uma reza de criança. No perfil trácio trazia o desenho da educação sem humildade. Sua cabeça baixa tinha a altivez dos que meditam. E disse :

— Nada lhe podia dar e me deitei aconchegada ao Menino, para aquecê-lo na noite álgida. Dei-lhe muito pouco: dei-lhe apenas meu calor.

Veio um jumento sisudo e muito percorrido., desses que já viram quase tudo e que já não querem ver mais nada. Um jumento — muito velho e usado — que conhece muito bem a História:

— Quando o rei Herodes mandou decapitar crianças, eu O levei na fuga para o Egito.

Veio o peixe e disse :

- Eu saltei para o barco de Pedro. Eu lhe dei a fé.

Veio o grão de trigo e falou:

— Eu me multipliquei quando Ele m'o pediu. Dei-lhe a ceia.

Veio a água ingênua e disse :

— Eu me transformei em vinho. Dei-lhe meu sangue.

E veio o homem. O homem sábio — o único entre os animais que possui o segredo da Eternidade. O homem que é rei da Criação e proprietário do livre arbítrio. E o homem disse:

— Eu lhe dei a cruz.

Fonte:http://www.releituras.com/omolles_natal.asp



Image Hosted by ImageShack.us

3 comentários:

aldora disse...

Olá esta rápida visita é para desejar a você, seus familiares e entes queridos um NATAL e um ANO NOVO bem FELIZ, com Deus no controle de todas as situações, provendo cada uma de suas necessidades, protegendo e livrando-os de todo o mal. Que sejam mais 365 dias de PAZ, com aquela ESPERANÇA que só a FÉ garante, e muito, muito AMOR, em todas as conjugações do verbo AMAR!!!
Um beijo grande no seu coração. Com carinho & amizade:
Beijinhos Natalicios
Aldora

Cáritas Souzza disse...

Olá amiga! Hj é Natal. E aqui estou e li o que escrevestes! Uma frase tua me chamou atenção qd escrevestes que a felicidade não pode ser completa qd a gente está longe de quem amamos. Ai miga, ao escrever esta frase, vc colocou seus sentimentos dentro dela. E ainda dizes que não sabe escrever?? rsrsrsrs...
Concordo com vc pois eu estou longe muito longe da pesoa que amo, e ontem por isso meu Natal foi triste! Mesmo com a presença de minhas filhas, meu genro e meus familiares não pude preencher o vazio imenso que sinto pela falta da presença fisica desta pessoa que tanto amo! Bom domingo pra vc amiga! beijão! Cáritas Souzza

Mary Help disse...

Querida, vim desejar um Ano Novo repleto de alegria e muito sucesso!
Tenha um bom dia e deixo aqui, uma beijoca no seu coração!
Mary Help!